quinta-feira, 28 de outubro de 2010

De calças curtas

Não vi, não estava lá. Mas os relatos do Diário do Saae tem até foto, então a coisa deve ter ficado meio feia mesmo. Segundo o blog, feito por funcionários da autarquia - não oficial, segundo a assessoria - o prefeito Maroca chegou à solenidade de entrega de veículos no setor de operações e foi surpreendido por um grupo de insatisfeitos. Eles estão indignados com o Plano de Cargos Carreiras e Salários (PCCV?), feito a portas fechadas sem palpites dos mesmos e maiores interessados. Depois disso o climão prevaleceu durante toda a solenidade.

Por mais que o cerimonial tente prever e organizar um evento como esse, o melhor da festa são os imprevistos. Isso é uma opinião deste blogueiro. Sempre que há uma surpresa, algo que sai do script, a coisa fica mais "divertida". E neste caso perdi.

Mas vamos em frente. Parte da população reclama que o prefeito mal dá a sua cara na rua - agora isso não é opinião do blogueiro, e sim repassando o peixe que comprou. E quando dá, leva um tapa de luva como esse. Para a imprensa então, as coletivas são momentos raros, que nestes quase dois anos, poucas aconteceram. Não que eu possa reclamar, pois como jornalista fui atendido na maioria das vezes pelo sempre simpático Maroca.

Mas uma coisa é o trato com a imprensa, outra com a população. É ela que sabe das principais necessidades, e tem a total liberdade de reclamar quando sua rua está esburacada (olha eles ai de novo minha gente), o esgoto está jorrando na porta da sua casa ou mesmo as falhas no trânsito. Afinal, a prefeitura trabalha para melhorar e organizar a cidade. Eles foram eleitos para isso.

Mas ainda bem que há os imprevistos como esses. E aguardamos para saber se houve resultado esse puxão de orelha, pois o Maroca foi pego de calças curtas.

3 comentários:

Stefano disse...

O problema maior é que os eleitos ainda não descobriram, que são empregados do povo e não imperadores, que só têm que prestar contas a Deus. E pior a maioria das pessoas nem pensam nisso, tratam essa "gentalha" como deuses maias.

Márcio Dias disse...

Um exemplo de unidade em busca de seus direitos.O que eles estão pedindo é tão difícil assim? Participar na elaboração de um PCCV que irá decidir todos os rumos na vida funcional de cada um? É difícil de acreditar condutas ultrapassadas como esta ainda permanece em nosso meio!

Assessoria de Comunicação / SAAE disse...

Não houve confronto algum entre servidores e o prefeito. Na realidade, o prefeito Maroca demonstrou atenção e escutou as reivindicações dos servidores do Setor Operacional do SAAE. E, durante a conversa com os servidores, o prefeito teve ao seu lado as presenças do assessor Beto Andrade e do diretor-presidente do SAAE, Ronaldo de Andrade.
Contrário ao que servidores afirmaram na conversa com o prefeito, o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) do SAAE foi apresentado a comissões de servidores da autarquia - tendo em vista a inviabilidade (logística e prática) de o pré-projeto ser apresentado a cada um dos quase 560 servidores.

Gratos pelo espaço,
Sayonara Teixeira e Pablo Pacheco
Comunicação do SAAE