quinta-feira, 7 de junho de 2012

Tremei-vos

Não vou cair no lugar comum de ficar falando sobre o que foi dito e desdito dentro do auditório da Casa da Cultura, nessa já saudosa noite de quarta-feira, dia 06 de junho de 2012, véspera de feriado. Os jornais, as discussões, e outros blogs vão se ater a isso, assunto de suma importância para a vida Setelagoana. E muitas das coisas ditas ali dentro, já foram vastamente discutidas e só não se inteirou sobre o assunto aqueles marcianos que aterrisaram aqui nesta terra de última hora. Sabemos que há muitos deles entre a gente.

Mas...

Vou focar meu texto na grande manifestação que começou na praça do CAT-JK, parou o trânsito e foi caminhando até a porta da Casa da Cultura. Inédito, claro, não é. Mas novidade, isso sim. Primeiro pela forma com que foi organizada. Totalmente em mídias sociais, pela internet, no Facebook, nas listas de discussão. E mais: a quantidade de jovens envolvidos, tanto no processo, quanto na passeata, com gritos de revolta, indignação e cobrança do poder público.

Concentração na Praça do CAT-JK
E a partir disso passo a outro fato importante. Nosso queridos políticos, principalmente os nobres vereadores, não esperavam por essa. Com certeza. Pensaram que iam aprovar na calada a alteração da APA, sem barulho, que tudo não passaria de mais uma reunião na Câmara e que talvez um ou outro ambientalista iria reclamar. Pois o tiro no pé foi bem maior, quase uma bazuca.


Acho que por essa o Dr. Caio Dutra não esperava: "Dutra, lembraremos desse beijinho nas urnas".

Não vamos ser ingênuos o bastante em dizer que haverá uma renovação da nossa Câmara Municipal, ou que muitos ali dentro não vão se reeleger. Afinal, a parcela da população que está ciente das barbeiragens é pequena dentro do universo dos eleitores no município. E ainda um agravante: para este ano, sobem de 13 para 17 vagas no legislativo municipal, o que dá uma larga chance de quem está lá dentro se reeleger. Mas, sem sombra de dúvida, houve um imenso estrago político com o episódio, que vai sim influenciar nas eleições em outubro.

Mas a manifestação deu mostra de que a sociedade está atenta, voltou a ficar vigilante aos desmazelos dos políticos sem escrúpulos, que usam o bem público como se fossem seu quintal de casa, como um bem particular. A partir de agora, eles precisam ficar espertos, pois qualquer deslize, vai parar nas mídias sociais, onde eles não tem nenhum poder de manipulação, como vemos nas mídias tradicionais. Quem sabe, agora, eles respeitem mais o que há de mais sagrado na cidade? A própria população.

Atenção políticos: tremei-vos.

Post-post:
1) Vale lembrar que o secretário de Meio-Ambiente, Cláudio Busu, anunciou o veto do prefeito Maroca. Faltou apenas o próprio prefeito ir até a audiência assinar o veto. Seria em primeiro lugar um respeito à população, e em segundo, uma jogada de marketing fantástico. Perdeu a oportunidade de sair bem com a população.
2) Lamentável a distribuição de material gráfico do Boulevard Santa Helena na porta da audiência pública que discutia a regulamentação da APA Santa Helena. Um desrespeito. Sobriamente, o secretário Busu mandou recolher todo o material.

2 comentários:

Saulo Junior disse...

Excelente texto!!! Sou leitor do "No Prelo", desde os tempos do saudoso Fredinho, meu vizinho desde a infância.

Você sintetizou bem o que aconteceu e o que virá acontecer...

Muito bom, sou seguidor e divulgarei em meu blog também:

http://diretoportal.blogspot.com.br/

Grande abraço, e mais uma vez, parabéns!!!

No Prelo disse...

Obrigado Saulo,
apenas fazemos nosso trabalho da melhor forma.

E como é sempre bom lembrar do Fred Rezende.

Abraços