sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Uma faísca


Para alguns, eram poucos. Mas para outros, um sinal. Essa é uma primeira análise da manifestação ocorrida no início da tarde de hoje, que começou no Orkut e ganhou as ruas. Foram cerca de 50 a 60 pessoas que empunharam faixas, bandeiras, cartazes, nariz de palhaço e apito. Pouco? Mas pode ser uma faísca.

O que mais surpreendeu, foi justamente o que eles cobravam do prefeito. Não era aquele papo Fora Maroca! E sim, cobravam melhorias da cidade. Eles pediam que melhorasse as condições das ruas, da saúde, e até mesmo manifestavam em apoio ao Parque da Lagoa da Chácara. Podem ser coisas pontuais, mas eles tiveram a coragem de ir às ruas e reivindicar.

Este é o ponto principal disso tudo. A movimentação cívica, da população, que realmente precisa tomar as ruas, tomar conta da cidade. Seja qualquer o discurso. Cultura, esporte, educação, transporte público, trânsito. Moramos todos na pólis, na cidade, e devemos viver em uma cidade melhor. Esse é o ponto da manifestação. Eram poucos? Sim, mas tem todo o direito de gritar e protestar. Manifestar por um lugar melhor para se viver, e não porque são do partido A ou B.

Mas os organizadores precisam rever dois pontos, do ponto de vista deste blog. A primeira é realmente o número de participantes. Na comunidade do Orkut, há mais de 1700 participantes. Por que foram apenas 50 deles? O que faltou na mobilização? Estavam usando a comunidade apenas como um selo? Uma revolta instantânea?

Segundo e primordial ponto. Não deixar que aproveitadores de plantão usem e abusem do movimento, que a princípio, parece legítimo. Vimos pessoas que podem jogar essa legitimidade para o buraco, com o uso político dessa movimentação. Não são pessoas que querem o melhor para sua cidade, querem o melhor para elas mesmas. Infelizmente, havia algumas dessas pessoas por lá.

No final, ficou marcado para a próxima terça-feira um encontro dos manifestantes com o Maroca. Pelo que sabemos, ele vai apresentar tudo que foi feito nos últimos dois anos, em uma espécie de dociê. O prefeito ainda divulgou a seguinte nota, publicada abaixo na íntegra.

Abre aspas:
A Prefeitura de Sete Lagoas respeita a manifestação realizada dia 18 de
fevereiro e reafirma que está aberta ao diálogo transparente e à democracia
participativa. No dia 21 de fevereiro, o chefe do executivo municipal
reunirá com representantes do movimento.
Fecha aspas.

17 comentários:

Stefano disse...

Importante ressaltar isso, os urubus voando por cima da carniça, aqueles que querem angariar benefício políticos com essa manifestação.

Quim Drummond disse...

Marcão

Apesar da manifestação ter algumas pessoas carimbadas ela me surpreendeu pela cara diferenciada de cada participante. Se estes jovens passarem a ter vida atuante na comunidade, inclusive com propostas tenho plena certeza que brevemente teremos novas lideranças. E como estamos precisando!

marcelo disse...

O post no blog do Leandro Viana foi o que mais traduz, para mim, este movimento e as pessoas que acercam como muito bem definiu aqui no Prelo: os urubus de plantão.

Sete lagoas: alerta de uma falsa "onda cívica"

http://www.leandroviana.net/2011/02/sete-lagoas-alerta-de-uma-falsa-onda.html

Anônimo disse...

la Marcao,

em primeiro lugar, obrigado pela materia e pela objetividade
com que foi tratada. Concordo com suas consideraçoes e seus conselhos
aos manifestantes, incluindo tambem a observaçao do Stefano.

Um assunto que me preocupa muito em S. Lagoas e' o problema da
fazenda Arizona, que pelo que voce relata, estava tambem na pauta
dos manifestantes. Me consta que ja' existe um movimento contrario
ao "loteamento" conduzido por gente seria e tenho esperanças que este
consiga seus objetivos: mostrar a determinados politicos, que sempre
estao confundindo progresso com asfalto/tijolos, a importancia deste
espaço natural.

Um abraço,

A. Claret

PS. uma pra' descontrair: que voce acha do David Gilmour?

Ramon Lamar disse...

Texto excelente! Captou a mensagem. E sigamos com a esperança do Quim Drummond...

No Prelo disse...

Claret,
sobre a questão do loteamento, tenho certeza que as pessoas que se preparam para o debate são de extrema competência e vão levar a discussão para um outro nível. São pessoas gabaritadas, que não vão ficar restritas apenas ao chororô de perder a área verde. Será um debate imperdível.

Sobre o Gilmor, acho ele um guitarrista estupendo, de uma técnica super apurada. Ele trouxe ao Pink Floyd uma coloração diferente à banda, com suas nuances e camadas que antes não existia no grupo. E claro, um grande experimentador de efeitos. Mas em termos de composição, ainda prefiro Roger Waters, por suas letras mais ácidas, críticas, humanas e paranóicas (mas nada que compara à psicodelia de Sid Barret, é claro).

Abraços

Quim Drummond disse...

Contei no dedo os participantes em uma angulo mais aberto,deu 45 pessoas.E com certeza o PSB estava presente.

Anônimo disse...

Bom Galera!

Espero que todos tenham entendido que a MANIFESTAÇÃO não teve nenhum tipo de INTERESSE POLITICO da nossa parte.. Parte-se TOTALMENTE de uma INICIATIVA POPULAR!!!!! Repito: INICIATIVA POPULAR!!! Como alguns pobres de espirito tem citado nomes de alguns dos criadores da comunidade "inventando" que estão sendo marionetes de antigos politicos.. (quanta bobagem), mas ainda respeito, pois hoje vivemos num mundo de diferentes opiniões, mesmo sendo COERENTES OU NÃO. Em questão aos oportunistas, NÃO PRECISAM NEM APARECER DAS PRÓXIMAS..rsrs.. Pois não fazem parte de nossos objetivos perante aos interesses da comunidade.

Abraços

Att.: Matheus.

Anônimo disse...

VEJAM QUEM ESTÁ A FRENTE DESSE PSEUDO MOVIMENTO E REFLITAM QUAL OS INTERESSES ESTÃO DEFENDENDO... APENAS OS SEUS INTERESSES. SETE LAGOAS NÃO VAI SER USADA PARA PROMOVER ESSE BANDO DE OPORTUNISTAS, DERROTADOS E SEM ESPAÇO ALGUM NA POLÍTICA. SOMENTE DESTA FORMA CONSEGUEM APARECER NA MÍDIA. O POVO NÃO É BOBO.

rogerio disse...

Exelente materia,parabéms.

idevair Gaguinho disse...

É meus amigos, pelas mazelas administrativas que vejo tanto no Executivo como no Legislativo esperava muito mais. MAs tenho certeza que o prefeito e os vereadores depois desta estão pensando no que não vez!!!!

Anônimo disse...

É interessante como tentam de todo jeito desviar o foco da questão.
O pricipal é que houve a mnifestação que a anos não temos igual. O objetivo é justo. Se partidos ou pessoas se agregam a ela não muda o foco, só contribuem. Ou apoio a causa não é bem vindo. Tem que ser escolhido? que preconceito é este? Nossos eleitores não sabem discernir?
Que venham todos e apoiem a causa.
Ela, a causa, é que é importante. Os apoios são secundários.

Anônimo disse...

O Quim faz tanta questão de realçar a participação de gente do PSB. ele esqueceu que são pessoas até históricas do partido, companheiros dele de lutas e passeatas no passado. Quem mudou?

Quim Drummond disse...

Considerações:

1 - Não tenho nenhuma participação político partidária nesta administração.

2 - A minha avaliação do contexto político da cidade é que a aliança PSDB/PT,mesmo contrariando orientação nacional e que culminou com a vitória do prefeito Maroca sempre teve por objetivo romper com o conservadorismo e a corrupção mantida por grupos "políticos". Em nenhum momento nestes dois anos esta administração usou Associações, Conselhos ou qualquer entidade como via de garantir futuros currais eleitorais.Em nenhum momento esta administração deixou de agir democráticamente ou usou do poder para perseguir ou ameaçar os contrários.Concordo que há muitos equivocos e erros, mas nada que nao possa ser sanado. Considero as manifestações expontaneas justas desde que nao se tornem apenas "brigas paroquiais"(alíás muito longe das manisfetações dos povos do continente africano pela democracia) mas uma busca permanente de soluçoes para o nosso municipio.

3 - Com muito orgulho fui presidente e um dos fundadores do Partico Socialista Brasileiro - PSB, aqui em Sete Lagoas. Apenas nao compartilho com uma direção pseudo socialista que apossou da direção(via direção estadual)como faz a maioria dos partidos que sobrevivem apenas para garantir os
votos no periodo eleitoral.

4- Quem mudou?

Anônimo disse...

Tenho uma idéia: Já que não incomodou mesmo a administração, pois o numero de pessoas foi pouco... vamos apoiá-los para manifestarem toda sexta feira. E para incomodar um pouquinho de nada a mais, que tal equipa-los com uma fanfarra?

Marquinho Moreira disse...

Parabéns pela matéria!

Me senti como se estivesse presente.

Sofia, disse...

Não fui porque não estou mais na cidade, mas queria muito ir. Apesar de ficar sabendo de alguns políticos que estavam lá por puro interesse, eu fiquei muito contente, alguns amigos meus foram, fiquei satisfeita. Os políticos oportunistas já são visados e todo mundo (inclusive os mais jovens) entende o que realmente querem. Sei lá, tem coisa que fica na cara demais né? Agora, o que não gostei, foi da nota do jornal notícia, perguntando o que o cidadão que protestou lá na rua, já fez pela cidade. Aí me senti uma inútil, enganada rs. Protestar não é fazer nada? Pedir por melhorias e cobrar a presença do prefeito não é nada? Fiquei me perguntando...