quarta-feira, 18 de junho de 2008

Puro preconceito

É de entristecer o release recebido pela segunda vez da Polícia Militar. Tudo bem, eles querem ajudar, mas há coisas que criam mais preconceitos do que indicar algo que acontece.

Em uma listagem, a PM indica os principais sintomas de um usuário de drogas. Dentre eles, estão a troca do dia pela noite, mudança de comportamento e o uso de óculos escuros sem o excesso de luz. Será que ninguém nunca passou por uma fase conhecida como adolescência? Pois eu ainda me lembro muito bem dessa minha fase (até mesmo porque, nao faz tanto tempo assim), mas é bom sempre lembrar dessas nossas fases para não criar confusões. Se me recordo bem, a troca do dia pela noite era comum, a mudança de comportamento mais ainda, pois tudo na vida está mudando, o corpo, os comportamentos, a relação com os pais. Ou seja, a mudança de comportamento é comum nessa idade. Óculos escuros, pode ser estilo, ser diferente. Enfim, não se pode generalizar em nada.

Mas o pior de tudo está no fim da lista. TATUAGEM... Sendo assim, eu que vos escrevo, Marcos Avellar, jornalista do Estado de Minas, formado em comunicação pela PUC Minas, pós-graduando em comunicação pelo IEC, devo ser drogado, pois tenho tatuagem. Ou será que este fato é puro preconceito? É um pensamento retrógrado, antigo, pré-histórico, arcaico, passado. Principalmente para a nova geração, em que muitos pais também tem tatuagens.

Venhamos e convenhamos... Ô pensamento preconceituoso esse...

3 comentários:

Pablo disse...

Meu Deus!!!
Tenho 4 tatuagens? E agora? Escondo-me? Pior que nem dá pra usar óculos escuros pra me disfarçar, que a situação pode piorar...hehe (rindo pra não chorar)

Pablo disse...

Falando sério, agora, o melhor combate à droga - ou ao excesso, no caso das leves maconha, álcool e nicotina - se faz com o diálogo. Principalmente, entre pais e filhos.

Coisa que não deve acontecer com os filhos da fina flor da sociedade sete-lagoana que freqüentam um bequinho ali na rua Antônio Olinto, bem perto do antigo comitê dos partidários de Ronaldo Canabrava (ó, e não era pra eu pautar jornalistas. Foi mal.)

Antonio Sousa disse...

Impressionado com tamanho preconceito da policia brasileira, sou Engenheiro aeronautico pertenci ao Ministério da defesa de Portugal por 12 anos e fui piloto de Caça, F14,F16, todos da nossa classe são tatuados é um simbolo de amor a profissão aqui na europa não sofremos tamanho preconceito.
Registro aqui meu protesto a esta débil policia.
Estou perplexo.

Antonio Albano R.Sousa
Base -Leiria
Portugal