terça-feira, 24 de novembro de 2009

PARABÉNS!!!!!


Crédito Foto: QUIM DRUMMOND

Sete Lagoas faz hoje 142 anos de emancipação política. Como publicado anteriormente, a cidade merecia mais em termos de programação, mas mesmo não tendo muito o que comemorar, dados os problemas crônicos em vários setores...No Prelo faz sua parte e deseja à nossa querida Sélagoa:PARABÉNS!!!!!!!

Ah, e vem aí nova audiência pública da Câmara heim...semana que vem o assunto é: TRANSPORTE COLETIVO. Quando não é o SAAE é o Trânsito ou o Transporte... Vida segue e que venham os 143 anos. Na bela foto de Quim Drummond que abre o post dá pra ver direitinho a Casa de Oratus...que coisa heim!!!

8 comentários:

Stefano disse...

Sete Lagoas é maior que o buraco. Segurança, trânsito, transporte, poluição, desemprego, saneamento e água, corrupção, babaquice. Com tantos problemas e Quim Drumond ainda consegue captar um momento de poesia. Artista é artista...o resto é sofredor.

Renato disse...

Gostaria de ver e ler um retrato fiel da corrupção, dos desmandos, do nepotismo, do empreguismo e outras coisas de embrulhar o estômago, no s mais de 100 anos da história política setelagoana.

robson disse...

Ei Quim.

Aproveite sua sensibilidade artistica e fotografe o estado geral da cidade:
mato por toda a parte; animais a solta; buracos em profusão, lixo por todas as bandas; caos no transporte e no trânsito; falta d'agua; saúde aos pandarecos; inércia, leniência e a preguiça maroquista.

Pelo menos assim, mesmo que seja virtual, as coisas ficariam mais belas em nossa cidade.

Caso vc consiga esta proesa, darei como prêmio, uma rede de dormir para ser instalada no gabinete do Maroca. Assim ele não cansa.

Robson

No Prelo disse...

Gostaríamos de salientar que a fotografia utiliza na abertura deste post, de autoria do conhecido e reconhecido fotógrafo, Quim Drummond, serve apenas como um presente aos leitores deste blog para que todos nós possamos observar como Sete Lagoas, apesar das mazelas e problemas existentes, é linda. Portanto, pedimos que não façam qualquer ataque ao profissional, que gentilmente cede a fotografia. O post é de total responsabilidade de No Prelo.

Anônimo disse...

vinha eu passando pelo calçadão da lagoa Paulino para mais um dia de labuta, quando ouço um "parabéns prá vc!" Era o Adilson, sim, ele mesmo, entoando para meia duzia de pessoas presentes. E claro, para o Capo di tutti i capi da municipalidade, com seu belo terno corte italiano.

Quim Drummond disse...

Gostaria de agradecer no Prelo pelo crédito na foto de nossa autoria. Isso porque, infelizmente é muito pouco usual na imprensa de Sete Lagoas o cumprimento da lei de
Direito Autoral(sao raras exceções). Agradecer também por tentar me proteger. Mas isto nao me preocupa. Tenho respeito pelas opiniões diversas e o que dizem parte é verdade e parte mostra total desconhecimento no que realmente aoontece nesta administração. Nao estou colocando meu nome por uma merreca de 1.200 reais que paga práticamente o uso do meu carro, telefone e equipamentos, enquanto um contrato de serviço como profissional em final de semana me paga 2.000 reais ou mais.Estou me colocando porque acredito nesta administração como capaz de fazer mudanças profundas em todos aspectos. Como fotógrafo tenho andado por esta cidade. Acompanhado de perto os projetos estruturais iniciados. Quando nao se quer apenas maquiar a cidade realmente os beneficios sao demorados. Há quanto tempo a sujeira está sendo jogada debaixo do tapete? Faço um convite aos leitores deste blog para fazer um visita às novas casas do PAC. Tem um problema que o pessoal esta reclamando com relação a uma parede que divide duas casas. Este foi um projeto que ja estava pronto e nao pode ser modificado. Agora, lá está para quem quiser ver, vai ser o conjunto habitacional com a melhor infra-estrutura da cidade, água, esgoto, luz. Foi o que esta administração pode garantir. Como está garantindo que ninguém esta sendo lubridiado. As reuniões com moradores vão até a exastão, como as conversas com os sindicatos, associações diversas. Acompanhei ainda esta semana familias beneciadas com o Projeto Compra Direta( pequenos produtores de hortas comunitárias e doces caseiros) felizes por receberem o que foi fornecido às escolar e instituiçoes de caridade. Agora é muito fácil ficar dizendo que a cidade está isto e aquilo. Porque nao fazer como o Martins, achou por bem e consertou a fonte luminosa.Porque nao fazer como o Serpaf, que esta oferecendo melhores condiçoes de aprendizado para crianças e adolescentes trabalhando em parceria com a prefeitura.Há poucos dias fui fotograr uma escola no bairro Cidade Deus e deparei com um sítio, uma piscina vazia, área de lazer para churrasqueira e uma longa rampa de concreto que da na Lagoa Grande. Perguntei o que era tudo aquilo. Alguém me respondeu: Um antigo prefeito construiu para oferecer "festinhas" a visitantes ilustres. E eu respondi: engraçado nao lembro da imprensa ou qualquer pessoa ter denunciado na época. E lá hoje funciona uma escola.Uma das coisas que mais me fascina na fotografia é poder retratar a realidade como ela é. A nossa cidade nao se resume na beleza da Lagoa Paulino. Ela se resume no seu povo que batalha por cultura, por educação, que batalha nas fábricas, no plantio, no artesanató, que batalha para ser voz ativa e construir sua própria cidadania.

Anônimo disse...

Para Quim Drumond:

Dos problemas das casas do PAC, a parede e meia é o menor. Se você foi lá, deve ter visto que o terreno que sobra para cada casa não dá pra construir nem um comodo a mais, sequer uma varanda decente. Se foi, também viu pelo caminho o mato, os buracos e a sugeira acumulados a 11 meses. Da próxima vez, aproveita e dá uma passada no hospitalzinho e no posto de saúde do Orozimbo, vai ver que o dinheiro desviado no superfaturamento das compras tá fazendo falta. Depois, dê um pulinho no final do Belo Vale e no Iraque e vai ver esgotos vazando a ceu aberto a 11 meses. Se for pouco, veja no rosto das pessoas por lá a desilusão e a decepção.

Quim Drummond disse...

Caro anônimo

Em nada que voce colocou tiro sua razão.Mas vamos por ponto.
Acompanhei na época a construção das casas do bairro Nova Cidade. A estrutura das casas no Jardim dos Pequis são bem superiores, inclusive o telhado de cerâmica com engradamento de metal ja da toda diferença. O bairro ja esta asfaltado com água, luz, esgoto e todo sistema de drenagem. Já há um espaço ambiental reservado para um parque de lazer. A Casa do Pac é uma estrutura formada por assistentes sociais, mobilizadores, que trabalham junto às familias do Iraque e Kwait, capacitando-as para possibilitar melhoria na renda. Quanto aos matos, lá ainda nao ficou pronto. Um dos motivos que estes moradores estao saindo é justamente pela moradia indigna. Esgotos a céu aberto, enchentes, aquilo nunca deria ser lugar de
Gente morar.O hospitalzinho é uma
questão de desmantelamento da saúde como um todo de anos na nossa cidade. Pelo que me lembre, a saúde pública em Sete Lagoas esteve mais ou menos nos eixos na administração de Múcio Reis, depois foi só piorando. Aliás hoje nem pagando a gente consegue um atendimento imediato.Uma grande vantagem temos hoje, a participação das pessoas através de diversos conselhos deliberativos, permite achar o caminho para sair dessas dificuldades. É muito fácil as pessoas falarem em superfaturamento, mas nao sei se é do seu conhecimento, que a vigilância hoje do Minitério Público é constante e eficaz. é muito difício o errado ficar oculto e nao ser punido.Quando que a gente ia imaginar ter um espaço desses para manifestar abertamente?
O que nada resolve é partir para ofensas e afirmaçoes sem fundamento.

abraços