quinta-feira, 22 de julho de 2010

Guerra anunciada

Há coisas que são ditas que podem ser mal interpretadas, mas quando se escreve ao pé daletra não tem como errar na leitura. E é justamente assim que podemos ler uma carta enviada à imprensa na tarde da última quarta-feira pela assessoria de comunicação do Saae, que literalmente ataca alguns funcionários da autarquia, que mantém os blogs A Gota e Diário do Saae. Se quer tirar suas próprias dúvidas, segue trechos à baixo:

"No Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), de forma bastante prejudicial a todos os cidadãos sete-lagoanos, existem jogadores especializados em jogar contra a autarquia municipal. São servidores que, além de não vestirem a camisa do SAAE, optaram por se comportar, nos últimos anos, totalmente contra a administração do SAAE e são contrários, ainda, ao governo do prefeito municipal Mário Márcio Campolina Paiva. O grupo de atletas do SAAE que só sabem assinalar gol contra usa como armas em campo dois blogs na internet: o Gota D'água (http://agota2010.blogspot.com) e o Diário do SAAE (http://diariodosaae.blogspot.com)."

E segue assim: "O objetivo único dos dois endereços virtuais é o de abastecer os internautas que o acessam de notícias muitas vezes inverídicas e infundadas, apenas no sentido de denegrir a imagem da autarquia. O departamento jurídico do SAAE tem movimentado ações junto à DERCIFE (DELEGACIA DE REPRESSÃO A CRIMES DE INFORMATICA E OUTRAS FRAUDES ELETRÔNICAS) para tentar coibir a veiculação deste tipo de material."

Não há muito o que interpretar nessas frases, o que já está claro, claríssimo nobres leitores. Mas o que fica na nossa cachola, reomendo lá dentro, é como fica a população neste meio de uma guerra anunciada. Vê-se que o clima deve estar intenso em meio às quatro paredes, pelo menos entre diretoria e alguns funcionários, muitas vezes concursados, que tem estabilidade. Na carta, a diretoria reconhece os muitos problemas que o Saae enfrenta, como a já mais que idosa rede de esgoto que está afundada em nossos pés, pronta para explodir.

Se o Saae fosse uma empresa particular, com certeza certas cabeças iriam rolar. Mas como não é, então há de se tentar uma solução. A população não tem a mínima culpa (a não ser na hora de votar) em brigas e picuinhas políticas que rolam dentro da referida autarquia. Se há um guerra dentro, se há realmente pessoas que brigam por interesses, quaisquer que sejam, esquecem que trabalham em um autarquia municipal, mantida com o dinheiro pago pela população, nas contas de água e esgoto. Que a empresa seja tratada com respeito, e isso é dito para ambas as partes.

4 comentários:

Assessoria de Comunicação / SAAE disse...

Caros amigos do blog Jornalismo No Prelo, o Departamento de Comunicação do SAAE decidiu pela elaboração da carta aberta, onde cita os blogs A Gota d'Água e Diário do SAAE, com o objetivo único de divulgar que a autarquia municipal possui, agora, três canais oficiais de comunicação com seus servidores e com os moradores de Sete Lagoas.

O blog www.saaeemfoco.blogspot.com, o site www.saaesetelagoas.com.br e o perfil no Twitter (@saaesetelagoas) são os três canais oficiais do SAAE. E será por meio deles que estaremos à disposição da população de Sete Lagoas para esclarecer, divulgar os serviços da autarquia e, claro, dialogar e encontrar a solução das dificuldades que são normais no cotidiano de qualquer empresa.

Não citamos nomes na carta porque nenhum servidor do SAAE assina a autoria dos dois blogs onde são feitas constantes acusações contra a diretoria da autarquia e a administração municipal.

Sem mais, agradecemos o espaço.

Sayonara Teixeira e Pablo Pacheco
Departamento de Comunicação do SAAE

Anônimo disse...

Na grande realidade o Saae sempre foi usado para pequenos curralinhos eleitorais,serviçinhos para os amigos dos amigos,essa direção atual pelo que tenho lido esta tentando uma postura mais profissional,no gerênciamento do operacional,tenho visto algums numeros em termos de economia nos gastos,o plano de cargos e salarios,com certeza é dificil pegar uma maquina viciada,e tentar fazer uma reabilitação,sempre vem a sindrome de abstinência.
Acho que a prefeitura poderia seguir algums exemplos a partir da autarquia.
Os funcionarios competentes devem ser valorizados,para que nos contribuintes sejamos beneficiados, os que fazem gol contra levados a treinar de novo para chutarem pelo lado certo.

AMARO disse...

Sou leitor do blog diário do saae,realmente quando se fala a verdade incomoda muita gente. Vocês viram a situação da dona Geralda,uma cidadã Setelagoana que implora por água para sua sobrevivência? Agora falam em processar? Quem tem que ser processado são estes gestores do SAAE!

Anônimo disse...

Na quarta-feira, dia 21 de julho, o carro pipa do SAAE fez o último abastecimento de água na casa da Dona Geralda Clarice.
A decisão do SAAE a partir de então é a de interromper o deslocamento constante de um caminhão pipa até uma residência particular, no caso, a de Dona Geralda. A despesa do SAAE com o abastecimento de água na residência de Dona Geralda estava em torno de R$ 800 a R$ 1 mil mensais.
É importante frisar que o SAAE não cortou o fornecimento de água para Dona Geralda. Ela e seus vizinhos foram comunicados por meio de ofício que terão água disponível no poço artesiano do bairro Cidade de Deus. Basta que se mobilizem para fretar um caminhão até o poço.
O SAAE também considera válida a informação de que o loteamento onde Dona Geralda mora não possui poço artesiano. Por isso, a autarquia orientou os moradores para que procurem o proprietário do loteamento para, em primeiro lugar, legalizar a área. E, só assim, pleitearem a perfuração do poço artesiano.

Texto acima postado no Diario do Saae.

Trabalhar dentro de termos legais sempre é cruel,não seria o proprietario do loteamento tambem responsavel pelo sofrimento da Dona Geralda?
Que esta sendo utilizada de uma forma hipocrita?