segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Rockstar

Mas apesar da visita não ter rendido muitos louros para a cidade, Anastasia deve se sentido como um Rockstar na coletiva de imprensa. Ele foi tratado como uma estrela, com direito à vários pedidos de fotos, para todos os lados. Ele deve ter até ficado cansado de fazer pose e distribuir sorrisos. Só faltou pedido de autógrafo (não que a equipe completa de dois jornalistas deste blog tenha visto).

E de novo eles apareceram. Os papagaios de piratas estavam lá, presentes, firmes e fortes. Sempre que uma autoridade aparece, eles se postam nos ombros, para ficar bem na foto. E depois saem repetindo o que o mestre falou...

8 comentários:

Renato disse...

Alguém já viu o vice-presidente dos EUA na TV após a posse? E o da Rússia? O da Argentina, você sabe quem é? E o do Chile? E o vioce-governador de Goiás, do Piauí, do Tocantins, de São Paulo, você sabe de quem se trata?

Pois é.

Stefano disse...

O único papagaio de pirata que admiro é do Run Montila. O vice merece até um bom tratamento, mas o "babaovismo" comum em Seven Lakes City, dá enjôo em caixa de Engov. O pior é que são sempre os mesmos, que não conseguem aparecer por seus atos e acham que posar com alguém importante, pode atribuir-lhes méritos e qualidades.

Renato disse...

Breaking news...

Mensalão mineiro chega ao plenário do STF

Da Folha Online

Relator do caso no STF (Supremo Tribunal Federal), o ministro Joaquim Barbosa concluiu seu voto no inquérito que apura o mensalão mineiro e apresentou o processo para julgamento no plenário da Corte.

Em maio deste ano, o relator decidiu desmembrar o inquérito. Com a decisão, apenas o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) será investigado pelo STF, cabendo à Justiça Federal em Minas analisar o processo que envolve o empresário Marcos Valério e outros investigados.

O inquérito investiga a suposta prática dos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, durante a campanha para a reeleição de Azeredo ao governo de Minas.

Caso a denúncia contra o senador seja aceita, ele passará a figurar como réu em ação penal no STF.

Anônimo disse...

Difícil agradar os senhores: Chamam de reação "rockstar" o que deveriam chamar de mobilização social e política. O bom tratamento recebido pelo Senhor Anastasia não se deve apenas por ser ele o vice-governador. Mas, por ser o mentor intelectual da implantação de um processo de gestão pública diferenciado do que vinha sendo praticado. Os alunos do UNIFEMM dispensaram a ele a mesma atenção. Pois, "estudantes" que são, sabem que ele pode inspirar em muito a gestão municipal atual e futura. A homenagem é a seu feito, não a seu cargo. Embora o culto a personalidade possa não ser benéfico para a sociedade.Diminuir ou resumir as pessoas aos cargos que ocupam é muito mais degradante.

No Prelo disse...

Ao amigo anônimo,
antes de tudo é preciso dizer que tipo de mobilização social e política foi feita no gabinete do prefeito. Um monte de gente querendo tirar foto com o vice-governador e mentor do tal choque de gestão, que tem em alguns pensadores críticas ferrenhas.

Mas de qualquer forma, é a sua opinião, e agradecemos por ela.

Agora, assumimos que não é mesmo fácil agradar estes ambos escribas. Afinal, se fosse assim, estaríamos publicando releases e textos prontos, e não uma análise crítica.

Obrigado pelo comentário.

Renato disse...

Desconfio que esse anônimo seja pupilo do tal do Anastácia...

Se tu tem tanta convicção, se admira tanta o tal vice, porque se esconder atrás do anonimato?

Anonimato é coisa de gente covarde. Gente que não quer se expor, pois um dia pode estar de um lado e, em outro, precisar pular pro lado de lá.

Renato disse...

Em tempo: vamo combinar que o custo da tal Cidade Administrativa - obra de R$ 1 bilhão - não combina com a austeridade pregada por Anastácia e seus discípulos.

Stefano disse...

No prelo disse tudo: A visita do vice foi a oportunidade de muitos prepararem fotos pra santinhos e quererem se associar de alguma forma a imagem do Anastasia. Puro papagaismo de pirata. Coisa de roça e não homenagem aos bons serviços prestados.