quarta-feira, 31 de março de 2010

É preciso agir rápido



O seminário “Sete Lagoas – Campeonato Brasileiro & Copa 2014: estamos preparados?”, realizado nesta terça-feira (30/03), no mini-auditório do UniFEMM, iniciativa do jornal Sete Dias, UniFEMM e Comtur-SL, com apoio da Acisel, CDL, Sindcomércio e realização da Prefeitura Municipal de Sete Lagoas pontuou questões que precisam ser tratadas com cuidado, além de mostrar que poder público e iniciativa privadas precisam agir rápido.

Sete Lagoas está mesmo preparada para receber partidas dos grandes clubes da capital, a partir do meio do ano. Para alguns sim, mas para a grande maioria, não. Várias foram as discussões e o quadro não é tão propício assim. As intervenções que precisam ser feitas do lado externo do estádio Joaquim Henrique Nogueira, a Arena do Jacaré, e que deveriam ter começado há meses, não têm muito tempo para ser realizadas.

Desapropriações demandam discussões e tempo, mas em contrapartida os jogos estão aí, batendo à nossa porta. Falamos isso não porque gostamos de futebol, mas sim para o bem dos moradores do entorno, que sofrem um bocado em dias de jogos. O acesso é precário e precisa ser melhorado, tanto para torcedores quanto para delegações. E a saúde? Sete Lagoas vai receber grande número de pessoas nos próximos meses, mas e se houver uma necessidade urgente de utilização do serviço público?

O bate papo foi altamente produtivo e serviu para nortear ações imediatas a serem tomadas. Na verdade, para estes dois que vos escrevem, os projetos a serem implementados surtirão efeito, mas apenas com a coisa "andando", como dizem alguns, outros pontos serão observados. É torcer...

2 comentários:

Anônimo disse...

Agir rápido? Esta administração?
Vocês estão querendo o impossivel.

Stefano disse...

A rede hoteleira e de serviços de alimentação também, está perdendo o trem da história. Sete Lagoas tem condições de receber 2000 turistas? Certeza que não, então, quem tem visão empresarial que invista nessa áreas, que vai ter lucro certo. Pena que a politicada sempre perca tempo com discussões menores.