quinta-feira, 13 de maio de 2010

E a greve continua

A prefeitura ganhou uma liminar da justiça, que determina o retorno imediato dos professores e funcionários da rede municipal de educação ao trabalho. Uma vitória na queda de braço. Na teoria, pois na prática, parece que a coisa não vai ser assim.

Com a proposta mostrada nesta quarta-feira (veja texto abaixo) e a determinação judicial, o prefeito esperava colocar um ponto final na greve. Mas em assembléia na tarde desta quinta, os professores decidiram manter a paralisação, que já atinge cerca de 70% das funcionários da educação, segundo dados do Sind-UTE.

Uma nova rodada de negociações deve acontecer nesta sexta-feira com o secretário de Educação, Fernando Campos, e a expectativa é que o prefeito Maroca também participe da reunião. Depois os funcionários seguem à tarde para mais uma assembléia.

Enquanto isso, as crianças ficam sem escola...

4 comentários:

Daniella Simões disse...

O que não vai fazer muita diferença, pois qualquer um passa de ano ...

Stefano disse...

A reunião tem que ser marcada depois de 12:00 h. É difícil não fazer oposição a qualquer governo, que não dê prioridade à educação. É o único meio garantido de ascensão social permanente, porque esse paleativos de bolsa escola, família e outros, apenas garantem temporariamente um consolo, a quem passava fome. Nosso prefeito que é engenheiro, devia saber que toda construção tem que ter uma base sólida, segurança, educação e cultura, saúde. Talvez só a segurança tenha melhorado um pouco, e na área central, porque a casa do prefeito caiu tem muito tempo. Por isso, que tem alguma construção na qual Maroca trabalhou como engenheiro, cuidado o alicerce pode estar ruindo. Até hoje a única coisa boa de Maroca, foi a BBB que saiu na Playboy.

Anônimo disse...

por falar em cortar gastos, vai uma sugestão: transformar a SEMMA em departamento, já q NENHUM cargo de confiança trabalha no local durante NENHUM dia da semana e é de uma incompetência de cair o queixo. só aí dá prá salvar uma grana pros heróis da educação.

Movimento Seguidores da Deputada Cidinha Campos disse...

Ih! se for transformar Secretaria em departamento por incompetência do titular... fu... Vão sobrar muito poucas secretarias. Aliás, acho que nem Executivo sobra.

Movimento Seguidores da Deputada
Cidinha Campos