quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Seria um lapso.....?

Publicamos recentemente aqui em No Prelo a informação de que a relação entre o prefeito e seu vice não andariam lá esta "Brastemp". Pois bem, na contramão deste fato vem outra informação recebida, esta semana, por estes que vos escrevem dando conta de que eles estariam se dando bem sim, inclusive, com encontros para café da manhã e visitas ao gabinete. Mas na última terça-feira, um fato chamou a atenção dos mais observadores e reacendeu o velho ditado de "onde há fumaça, pode haver fogo".

Na transmissão de comando do 25.º Batalhão da Polícia Militar de Sete Lagoas estavam todos os convidados reunidos na área externa, após o descerramento da foto do então Tenente Coronel Jovino, hoje Coronel, que deixa o posto de comandante - vejam bem, não sabemos se existe descerramento de foto, mas tá valendo. O orador da cerimônia saudou todos e durante a saudação apresentou o Coronel Sérgio Luiz - diretor presidente da Codesel e ex-comandante da PM local - como representante do prefeito Maroca no evento.

Só que, quase ao lado do representante do prefeito estava quem? O vice prefeito Ronaldo João da Silva. Aí observemos, hierarquicamente quem está acima, o diretor presidente de uma empresa municipal ou o vice prefeito da cidade? Se era para representar o chefe do Executivo, que estava em Brasília no dia da cerimônia, esta hierarquia deveria ou não ser observada? Portanto, quem deveria fazer as honras emlugar de Maroca deveria ser Ronaldo João, ou não?

Olha só, não estamos aqui para criticar o fato e até levantamos a indagação de que pode ter havido falha de comunicação com o orador, visto que o vice prefeito não estava no Batalhão desde o início da cerimônia. Antes que alguns carreguem sua munição e venham arduamente defender a atual administração - da qual não temos nada contra - é bom deixar claro que pode sim ter havido um erro de comunicação, até porque como o prefeito estava em Brasília, pode ser que o vice não tenha tomado seu costumeiro café da manhã com ele.

5 comentários:

Anônimo disse...

No mesmo dia e hora da troca de comando no Batalhão da Polícia Militar, aconteceu a posse da Diretoria do Sindicato Rural. E lá estava o Doutor Ronaldo João, representando o Prefeito Maroca. Após a solenidade, ainda ficou circulando entre os presentes e filou um farto lanche, oferecido pelo Sindicato após a solenidade. Só saiu de lá depois das 11 horas.

Então é fácil deduzir: Como não estava programado a presença do vice-prefeito Ronaldo João na solenidade da PM, devido a simultaneidade dos eventos, o Coronel Sérgio Luiz é quem estava escalado para representar o prefeito. Até mesmo proque tem mais afinidade com a classe.

Com certeza o Dr. Ronaldo João chegou atrasado à troca de comando. Ou a solendidade atrasou.

Acho que "No Prelo" está se precipitando. Talvez buscando fumaça onde não há fogo.

No mesmo dia e hora da troca de comando no Batalhão da Polícia Militar, aconteceu a posse da Diretoria do Sindicato Rural. E lá estava o Doutor Ronaldo João, representando o Prefeito Maroca. Após a solenidade, ainda ficou circulando entre os presentes e filou um farto lanche, oferecido pelo Sindicato após a solenidade. Só saiu de lá depois das 11 horas.

Como talvez não estava programado sua presença na solenidade da PM, devido a incompatibilidade dos eventos simultâneos, o vice-prefeito Ronaldo João não tinha sido escalado

Mimosa disse...

O vice-prefeito Ronaldo João tomou café com a turma do Sindicato Rural. Aliás, diga-se de passagem, de primeira qualidade.

Foi servido após a solenidade de posse da diretoria do Sindicato, que aconteceu no mesmo dia da Transmissão de comando da PM. E na mesma hora.

Por isso chegou atrasado e não representou o Prefeito Maroca no evento.

No Prelo disse...

É, a modernidade é amiga da rapidez, nem postamos o comentário e já veio a tropa de elite tentar, vejam bem, tentar desacreditar a informação. O vice pode tomar café com quem quiser, com o prefeito, com o secretário ou quem quer que seja. Postamos no texto que não sabemos se houve erro na comunicação ou o que quer que seja. Mas uma coisa é certa, no momento da apresentação das autoridades presentes, já na área externa, no anúncio em si, o vice prefeito já se encontrava no Batalhão, portanto, pode ter havido, sim, erro de comunicação. Ah, e realmente os cafés da manhã do Sindicato são mesmo uma delícia, já experimentamos!

Renato Alves disse...

Senhores colegas jornalistas donos do blog, vamos manter o nível, publicando fatos. Fofoca e anonimidade (existe isso?) é coisa de outra era do jornalismo (?) setelagoano.

Anônimo disse...

"Ronaldo João diz que, desde a dobradinha Marcelo Cecé e Fábio Cabral – já falecido – nunca o relacionamento entre prefeito e vice foi tão bom em Sete Lagoas."

Fala do vice-prefeito Ronaldo João, trascrita de matéria do jornal SETE DIAS, do dia 27 de fevereiro.