sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Briga que parece estar longe do fim

Há um bom tempo Sete Lagoas não se acerta. Quando o problema não é político, outros segmentos são quem roubam a cena e dia pós dia seguem alimentando uma briga quem parece não ter um desfecho.
Agora, os holofotes estão voltados para o transporte de passageiros. A Coopersellta tenta a renovação do contrato de prestação de serviço na cidade, por outro, a Turi quer maior fiscalização e a aplicação de multas caso os acordos pré - estabelecidos não sejam cumpridos. Enquanto nada é resolvido, a população assiste tudo de camarote, sem poder fazer nada. O certo é que o transporte público tem que ter sua situação resolvida. Na audiência pública do próximo dia 27 espera-se que medidas sejam discutidas com clareza e com interesse de todos, não só dos vereadores ou empresas, mas sim dos mais de 217 mil sete-lagoanos que pagam seus impostos e têm direito a um transporte eficaz.
Até quando Sete Lagoas vai ficar neste retrocesso? Até quando os moradores da cidade ainda vão ter que suportar o coronelismo? Temos que parar de aceitar o que nos é estabelecido, temos que lutar pelos nossos direitos e fazer valer o valor do voto. Sete Lagoas poderia ser uma das melhores cidades em desenvolvimento, arrecadação, geração de empregos e até turisticamente falando. Mas não, por causa de um ou outro, ficamos a mercê dos governantes e dos mandões de plantão.

3 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia, parabéns pelo Blog. Acho que o Prefeito deveria abrir uma licitação para mais empresas prestarem o serviço de transporte coletivo na cidade, e deveria acabar com o Alternativo (baderneiros), pois eles não respeitam o trânsito e não são preparados para tal serviço. Já uma empresa, ela sim vai trabalhar normal e dentro da lei. O interessante de ter mais empresas na cidade é que vai haver concorrência, ai sim, os preços vão cair e a qualidade no serviço vai melhorar e todos vão sair ganhando.

Pablo disse...

Ai, ai, só mesmo em Sete Lagoas pra se ter comentário anônimo.

Marcão, Bruno e Fred, parabéns pelo blog. Finalmente, um "Piqui Ruído" do nosso jornalismo. Qualquer dia desses, vou à rádio para agradecer o elogio sobre o UNIFEMM.

Abração!

Anônimo disse...

O programa está de Parabéns. Sete Lagoas precisa de jornalistas sérios que comentam notícia como ela.