quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Em direção contrária

Enquanto Belo Horizonte tem diversos espaços e em São Paulo amplia a rede sem fio, Sete Lagoas infelizmente vai em direção contrária. A prefeitura anunciou que a rede de internet aberta (wi-fi Sete Lagoas) que funcionava na Lagoa Paulino está suspensa temporariamente. O motivo seria, pelo menos em nosso entendimento, uma falta de controle na rede, algo que deveria ter sido feito quando foi instalada. Da forma que funciona hoje, não haveria restrição a nenhum conteúdo e se algum crime na rede fosse ocorrido, a responsabilidade seria da própria prefeitura.

Esperamos e torcemos que este problema seja rapidamente solucionado, uma vez que a imagem que estava se tornando comum era de pessoas acessando a internet de seus notebooks na orla da lagoa. Não somos conhecedores profundos de informática, mas este tipo de intervenção não deve ser demorada. Afinal, barrar certos conteúdos na internet deve ser algo fácil para os bons entendedores. Com a palavra nossos leitores/colaboradores. Se souberem de algo, publiquem aqui, por favor.

Para finalizar... Sete Lagoas é uma cidade que recebe muitas pessoas a trabalho, os chamados turistas de negócios. Com a instalação de diversas empresas e indústrias, é comum vê-los nas ruas, com seus computadores portáteis. Desta forma, a internet gratuita sem fio é uma ferramenta de trabalho, e não apenas voltada para malfeitores ou pessoas ociosas. Além disso, a oferta deste serviço gratuito é comum em cidades ou países avançados. É uma integração ao mundo virtual, cada vez mais presente em nosso cotidiano.

7 comentários:

Robson disse...

A atitude da administração maroquista é a mesma daquele imbecil que vendo o sapato aperta-lhe os dedos, cortou um pedaço do pé.

Ei tá nós.

Robson

O Coyote disse...

Senhores:
A coisa é mais feia do que parece.
Existe a suspeita que alguém esta levando "algum " por fora neste tipo de serviço e em tantos outros contratos de informatica firmados na administração passada.

Renato Alves disse...

Por que estão preocupados com o corte na internet sem fio? Não faz mal. Seven Lakes agora tem estádio pra 20 mil pessoas, um auditório na faculdade, um "centro universitário", duas salas de cinema, uma televisão e até uma montadora de carros. Só falta o shopping pra cidade entrar no século 20.

Marcelo disse...

A "administração maroquista" tirou a internet gratuita do ar, temporariamente (é bom frisar), por estar funcionando de forma irregular, como divulgado pela imprensa.

Se existia alguém da "administração leonista" levando vantagens ($$$), como disse o Coyote, ai sim, o caso fica ainda mais sério e deve ser devidamente investigado.

O certo é que, em breve, o serviço volta a funcionar, tão logo fique legalizado. E será até ampliado. A internet sem fio, gratuita, é como uma "rodovia": Promove desenvolvimento e gera divisas.

Astufio disse...

Caros companheiros,
Tudo bem, a internete gratuita é um avanço tecnológico para a cidade mas...
Por que só na orla da lagoa Paulino onde seus moradores e transeuntes tem acesso à internet banda mais do que larga? Por que não em toda cidade e principalmente nos bairros mais afastados, em que os moradores não condição de pagar uma assinatura de internet banda larga, e mesmo quando tem o dibheiro a NET e a Velox, empresas que oferecem este tipo de serviço em pontos estratégicos ( $$$$ ) não oferece a estes locais longínquos ? A discussão é mais ampla e deve ser encarada pela administração Maroca com a serieadade que ela merece. Por enquanto fiquemos sem a internete no centro e com o hospital municipal com pelo menos soro para atender seus pacientes.

Saudações a todos !

Renato disse...

Astufio, você tem razão ao criticar a elitização da internet. Realmente ela tem que estar na periferia. Aliás, seria muito mais justo que esse serviço começasse por lá. Agora, você erra ao colocar esse tipo de tecnologia em segundo plano. Ela é um dos caminhos para um futuro mais promissor para os filhos de quem hoje depende do hospital municipal.

Anônimo disse...

Meus caros. Primeiramente temos que salientar que a segurança de uma rede é feita em questão de minutos, atraves de um Firewal (programa de segurança). Todos nos sabemos que o Sr. Maroca, está desativando tudo que adquirimos com a administralçao passada. Entao foi somente um desculpa dessa irregularidade, por nao existir exigência nenhuma quanto a rede wireless. Quanto ao que colocou o sr. astufio, nao é questão de elitização, mas se de usabilidade, e abrangencia de uma rede wireles. E se o sr perceber, nem todos tem acesso ao wireles por nao terem equipamentos adequados para tal.